sábado, 26 de novembro de 2016

A morte de Fidel e a podridão moral da esquerda




Não é só a direita que admira Bolsonaro e Ulstra que é moralmente torpe. A esquerda também sabe admirar déspotas como Fidel. Escrevi este texto em meu perfil no facebook e o Ano Zero novamente publicou em seu site. Podem acessá-lo clicando aqui: http://ano-zero.com/fidel-castro-podridao-moral/

terça-feira, 11 de outubro de 2016

PEC 241 e o drama sem fundamento



Fiz uma postagem no Facebook comentando minhas impressões sobre a PEC 241 (a PEC dos gastos públicos) e esta postagem virou mais um texto no ótimo Ano Zero. Confiram lá:

http://ano-zero.com/pec-241-drama/

terça-feira, 12 de julho de 2016

A cultura do estupro existe, mas não como você imagina



Publiquei este texto no Ano Zero já tem quase dois meses, mas esqueci de divulgar aqui. Peguei trechos de outros texto que já escrevi aqui no blog (este) e comentei o episódio da garota estuprada por 30 pessoas.

Vocês podem acessar o texto aqui:

http://ano-zero.com/cultura-do-estupro/

domingo, 10 de julho de 2016

Um dia acaba



Tudo que é ruim
Um dia tem fim

O ranço, a raiva, o ódio
E a enxaqueca braba
É tudo um episódio
Que um dia acaba

A crise, o aperto, o medo
E toda essa confusão
Um dia de manhã cedo
Você acorda e eles não

(Pedro Sampaio)

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Os comentários sobre a Valentina (MasterChef) são reflexo de uma cultura do estupro?


Muitas pessoas têm comentado sobre alguns homens que demonstraram interesse pela Valentina, participante de 12 anos do programa MasterChef Júnior. O texto que mais vi ser compartilhado é este, que levanta um debate sobre a cultura do estupro e a pedofilia a partir do episódio.

Como, a meu ver, os debates decorrentes do episódio têm sido muito apressados e pouco ponderados, escrevo isso para tentar empreender uma outra reflexão sobre isso tudo.

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

A Bancada Evangélica e a Democracia


Texto novo saindo do forno.
Escrevi este texto para tentar promover um debate honesto sobre a existência da bancada evangélica e sobre suas medidas. O texto não é mais uma panfletagem ideológica, mas uma tentativa de iniciar um debate justo a respeito. Caso discordem, seria muito bom se comentassem lá.
Ser democrático é tanto reconhecer o direito dos evangélicos de se organizarem e defenderem seu direito de crenças e ações, quanto garantir as liberdades individuais alheias, mesmo quando elas vão contra suas convicções pessoais.
É muito improvável, mas seria muito bom se as reflexões deste texto chegassem aos próprios deputados que compõem a Bancada Evangélica.

Confiram:

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

3 Formas Pelas Quais Oliver Sacks Tornou o Mundo Um Lugar Melhor



Neste texto, homenageio o Oliver Sacks cientista. Um homem apaixonado pela clínica, pelo contato humano e pouco afeito a laboratórios que, ainda assim, contribuiu muito para a ciência. Publiquei o texto no Coletivo Desterritório, onde fui convidado para participar e semanalmente tenho escrito lá.

Vocês podem conferí-lo aqui: http://coletivodesterritorio.com.br/3-formas-pelas-quais-oliver-sacks-tornou-o-mundo-um-lugar-melhor/